Início

Fisiologia do exercício: o que é e qual a importância?

23/08/2022

Gosta da área de bem-estar e quer saber mais sobre a fisiologia do exercício físico? Então, continue a leitura e tire as suas dúvidas sobre esse conceito!

A prática de exercícios físicos é uma estratégia que contribui fortemente para a qualidade de vida e a longevidade dos indivíduos, ajudando na prevenção de doenças e melhorando o bem-estar e a autoestima no dia a dia. Nesse cenário, educadores físicos e médicos estão entre os profissionais mais relevantes, já que atuam diretamente na prescrição de atividades personalizadas para cada paciente.

Mas, afinal, como isso é possível? A resposta não é simples, tampouco única. A verdade é que há muitos conceitos envolvidos nesse processo, dentre eles a fisiologia do exercício. Dominar esse termo é importante para que as prescrições sejam corretas e eficientes, contribuindo para que cada pessoa alcance os objetivos!

E então, o que é a fisiologia do exercício e como ela ajuda médicos e outros profissionais a se tornarem cada vez mais capacitados nas áreas em que atuam? Continue a leitura e tire suas dúvidas sobre o tema!

O que é a fisiologia do exercício?

Fisiologia do exercício é uma área do estudo que observa os fenômenos físicos e químicos que ocorrem no organismo de alguém durante a prática de exercícios. Vale lembrar que esse “durante” corresponde tanto ao momento imediato da realização das atividades, quanto aos efeitos a médio e longo prazo.

Sendo assim, é o estudo de todas as modificações em nível celular, hormonal, anatômico e fisiológico. Vivenciadas quando nos dedicamos à prática de atividades físicas e como esses impactos podem revolucionar o nosso bem-estar e longevidade.

Quais são as vantagens de estudar esse tema?

Agora, confira algumas das vantagens do estudo desse conceito para os profissionais!

Prescrições personalizadas e mais eficientes

Realizar um curso que envolva a fisiologia do exercício ajuda muito quando o assunto é fazer as melhores “prescrições” aos pacientes. Você saberá exatamente como ajudá-los a alcançar determinado objetivo, sempre em parceria com outros profissionais da área.

Assim, ficará mais fácil orientar o paciente de modo a prevenir lesões e garantir que ele conquiste o melhor desempenho, além de uma saúde repleta de energia e vitalidade.

Maiores oportunidades no mercado de trabalho

A Medicina do Esporte é uma das áreas que estuda a fisiologia do exercício, logo é indicada para os médicos que pretendem se especializar no campo. Há muitas oportunidades para esses profissionais, que podem atuar com atletas profissionais ou o público leigo que deseja se exercitar.

Essa é uma das especialidades médicas que mais têm espaço para crescer, já que cada vez mais pessoas compreendem a importância dos exercícios físicos para a saúde e a relevância do acompanhamento médico nesse contexto.

Maiores remunerações

Por fim, outra vantagem bem interessante para os profissionais que se especializam nessa área é a remuneração. A Medicina Esportiva tem tudo para se tornar uma das áreas mais bem pagas da Medicina, graças ao crescimento na demanda por profissionais qualificados no segmento.

Não há dados atualizados sobre a remuneração no Brasil, já que esse é um segmento ainda em consolidação. No entanto, nos Estados Unidos — de acordo com dados do portal Best Accredited Colleges — , especialistas do ramo são bem valorizados e recebem por volta de 358.443 dólares ao ano, ou seja, aproximadamente 29.000 dólares ao mês.

Em comparação, um generalista no mesmo país recebe cerca de 217.879 dólares anualmente, com uma média de 18.000 mensais segundos dados do Salary.com.

Como os pacientes se beneficiam com o domínio do conceito pelos profissionais?

Os benefícios que o estudo da fisiologia do exercício traz para os pacientes que são acompanhados por quem entende do assunto são tão diversos que é difícil mensurar.

Quando alguém procura realizar a prática de atividades físicas, há sempre um objetivo. Pode ser perder um pouco de peso, ganhar massa muscular, tratar uma doença concomitante ou até mesmo competir profissionalmente em um determinado esporte.

Independentemente de qual seja o foco, a verdade é que há caminhos diferentes para que alguém alcance os objetivos. E para traçar a melhor estratégia para tal, é preciso que os profissionais envolvidos tenham o conhecimento necessário. Com isso, os pacientes ganham em:

  • melhores resultados;
  • segurança na realização dos exercícios;
  • acompanhamento para identificar qualquer alteração que exija modificação das práticas feitas;
  • prevenção de lesões;
  • otimização dos ganhos em saúde.

Como estudar fisiologia do exercício?

Você provavelmente está se perguntando: “Mas, afinal, como estudar esses conceitos?”. “Será que é só procurar um livro de Fisiologia do Exercício e pronto?”. É necessário mais do que isso. Afinal, entender a relação entre atividades físicas e o funcionamento do nosso organismo é algo que vai muito além da leitura de algumas páginas.

Esse é um tema muito complexo, que relaciona diversos assuntos como anatomia, fisiologia, funcionamento de hormônios, bioquímica e muito mais. Ou seja: é essencial que a abordagem feita para o aprendizado seja completa e aprofundada.

Sendo assim, nada melhor do que investir em uma pós-graduação em Fisiologia do Exercício ou ainda melhor: em Medicina do Esporte! Esse é um tema que também leva em consideração, além da fisiologia das práticas esportivas, a questão psicológica e social da realização de atividades físicas. E o melhor: tanto para atletas que vivem disso, quanto para o público amador que deseja mudar o estilo de vida.

Nessa pós-graduação, você estudará conteúdos como:

  • As Bases da Medicina Esportiva;
  • Nutrição e Nutrologia;
  • A Mente do Atleta, a Dor e o Dopping;
  • Medicina do Esporte Além dos Sistemas Cardiovascular e Esquelético e muito mais!

Lembrando que esse é o conteúdo programático da pós-graduação em Medicina do Esporte da Inspirali. Ele foi pensado exclusivamente para você, com o objetivo de oferecer uma formação completa ao longo de 1 ano e 360 horas de aprendizado!

Gostou de saber mais sobre a fisiologia do exercício e de descobrir como ela se relaciona com a Medicina do Esporte? Agora, é hora de encarar esse novo passo em sua carreira e se qualificar ainda mais, levando em consideração as necessidades do seu paciente e as demandas do mercado!

Então, aproveite e conheça a nossa pós-graduação em Medicina do Esporte, além de conferir os nossos diferenciais e muitas outras informações. Esperamos tê-lo como aluno em breve!

UnP inova e alunos de Medicina realizam aulas de Cuidados Paliativos durante o Internato 

12/04/2024

Integrantes da Missão África participam do podcast Latitude e relatam experiências em Benin

04/04/2024
Scroll to Top