Início

Exame de creatinina revela como está a saúde dos rins

26/03/2024

O Dia Mundial do Rim é comemorado, anualmente, na segunda quinta-feira do mês de março. Em alusão à data, o tema escolhido para a campanha de 2024 foi: “Saúde Renal para Todos! Promovendo o acesso equitativo aos cuidados e ao tratamento!”

A importância do diagnóstico

A médica nefrologista e professora do curso de medicina da Faculdade Ages, integrante da Inspirali, Rita de Cássia Pedrosa, destaca a importância da dosagem de creatinina para o diagnóstico da doença. De acordo com a especialista, o exame, oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS), permite a avaliação da função dos rins, sendo um dos mais importantes para o diagnóstico precoce da doença renal. Na rede privada, o exame custa R$ 10,00 (dez reais), em média.

O que o exame de creatinina detecta?

“De fácil acesso pelo Sistema Público de Saúde – e baixo custo na rede privada -, o exame de dosagem da creatinina detecta os estágios da função renal e deve ser feito, ao menos, uma vez por ano. Isso é imprescindível para o diagnóstico precoce, tratamento e para que a doença não evolua para casos mais graves, inclusive a diálise”, alerta a Dra. Rita Pedrosa.

A necessidade de manter o controle

Para manter a saúde renal, a nefrologista ainda destaca a importância de controlar:

– A diabetes;
– O peso;
– A pressão arterial.

Fatores de risco para as doenças renais

Segundo a Dra. Rita Pedrosa, por serem fatores de risco, é preciso evitar:

– O uso frequente de anti-inflamatórios;
– O tabagismo;
– O sedentarismo. 

Como evitar as doenças renais?

“Evitando os excessos e com boas práticas é possível melhorar a condição geral da saúde. No entanto, recomendamos que pessoas com histórico de doenças renais na família tenham cuidado redobrado”, ressalta a médica.

Portanto, para manter a saúde dos rins, a especialista que recomenda:

  • Uma alimentação saudável (com baixa adição de sódio, açúcares e gorduras);
  • Um sono reparador;
  • Uma boa ingestão de água;
  • Atividades físicas;
  • Ida regular ao médico. 

A doença renal em números

No Brasil, segundo a Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN), a doença renal atinge mais de 10 milhões de pessoas. Dessas, cerca de 150 mil estão em diálise – processo de estímulo artificial da função dos rins, tratamento indicado, geralmente, quando os órgãos têm apenas 10% de funcionamento. Outro dado alarmante é que, nos últimos 10 anos, o número de pacientes renais cresceu mais de 100% no país.

Dicas de filmes para quem sonha em estudar Medicina 

19/04/2024

Navio da Saúde: estudantes de medicina retomam atendimento e iniciam processo de territorialização em comunidades à beira do Rio Tapajós, no Pará

17/04/2024
Scroll to Top