Início

Cor, odor, espuma: saiba o que a urina pode revelar sobre sua saúde

06/05/2024

Muitas vezes subestimada em sua importância, a urina é uma fonte valiosa de informações sobre a saúde. A cor, em particular, “pode revelar uma série de pistas importantes sobre o corpo e possíveis problemas que podem exigir atenção”, alerta a nefrologista Rogéria Medeiros, professora de Medicina da Universidade Potiguar (UnP), cujo curso é parte integrante da Inspirali.

A urina ideal deve ser amarelo claro, quase transparente. “É assim que sabemos que estamos bem hidratados e os rins estão funcionando bem. Quanto mais o corpo estiver desidratado, mais concentrada será a urina, chegando a um amarelo escuro, meio amarronzado”, ressalta.

Fique atento aos sinais

Se a urina aparecer vermelha, rosa ou tingida de sangue, pode ser um sinal alarmante e indicar a presença de sangue na urina, o que pode ser causado por diversas condições, incluindo infecções do trato urinário, pedras nos rins, lesões na bexiga ou problemas mais sérios, como câncer de rim. “É fundamental procurar atendimento médico imediato, se notar esse tipo de alteração na cor da urina”, lembra a docente da UnP/Inspirali.

Em casos raros

Em alguns casos raros, a urina pode adquirir uma tonalidade azul ou verde, o que pode ser atribuído a certos alimentos, corantes alimentares ou medicamentos que contêm corantes artificiais.

“Embora geralmente inofensivas, essas mudanças de cor na urina podem ser preocupantes, especialmente se você não tiver consumido recentemente alimentos ou medicamentos que possam causar essa coloração. Portanto, é aconselhável consultar um médico para investigar possíveis causas subjacentes”, reforça Medeiros.

Outros alertas

Além da cor, outros aspectos da urina, como odor, frequência e presença de espuma, também dão indícios sobre a saúde. “Urina com odor forte e desagradável pode ser um sinal de infecção ou desequilíbrio na dieta. A frequência urinária anormal, mais de seis ou oito vezes por dia em uma pessoa corretamente hidratada, acompanhada ou não de dor ou desconforto, exige atenção”, frisa.

“Da mesma forma, se há espuma na urina, pode significar que o indivíduo fez muito esforço físico, não se hidratou corretamente e está perdendo proteínas. O ideal é que um médico seja consultado para garantir o melhor tratamento”, conclui a nefrologista.

Autismo: diagnóstico precoce garante melhor qualidade de vida

19/06/2024

Inspirali anuncia novo Diretor de Tecnologia

12/06/2024
Scroll to Top